iNESCO

Home » iNESCO
  • my-move-cut
VII FÓRUM NACIONAL DE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO EM SAÚDE

Programação, conferencistas e participantes garantiram o sucesso do VII Fórum Nacional

Realizado de 8 a 10 de maio em Curitiba (PR), a sétima edição do Fórum Nacional de Metodologias Ativas de Ensino-Aprendizagem na Formação em Saúde foi um sucesso. Tanto pela ampla programação, que procurou contemplar todas as áreas temáticas envolvidas com as novas metodologias ativas para a qualificação (e avaliação) do ensino-aprendizagem para a formação de profissionais para promover a integralidade na atenção à Saúde, como pelo expressivo número de participantes, cerca de 400 inscritos. Docentes das carreiras da área da Saúde, gestores de serviços e estudantes, que vieram de diversas cidades paranaenses e dos estados de São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Pará, Piauí, Bahia, Sergipe, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pernambuco e Ceará, e do Distrito Federal.
Pesquisadores e docentes envolvidos diretamente com os inovadores processos educacionais também foram destaque no VII Fórum Nacional. Convidados como palestrantes, conferencistas, coordenadores de painéis, debatedores e ministrantes de minicursos, eles compartilharam suas experiências, promoveram reflexões, e discutiram (e ponderaram) sobre os desafios para a construção coletiva do processo que visa integrar o ensino e os serviços nas duas grandes áreas – Educação e Saúde.
O número de trabalhos científicos – 178 – foi outro ponto de referência para o sucesso do encontro, que teve ainda lançamento de livros, impressos e em versão e-book, e momentos de confraternização com a apresentação de grupo musical formado por universitários e jantar em tradicional reduto curitibano.
Iniciativa do iNESCO, com as Faculdades Pequeno Príncipe como instituição co-promotora, o VII Fórum Nacional  - patrocinado pelo Ministério da Saúde, e organismos afins, Governo do Paraná, Prefeitura de Curitiba e Instituto de Pesquisa do Hospital Sírio Libanês, apoiados pelas entidades nacionais da área da Saúde e da Educação - ganhou o integral apoio da SETI Paraná – Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, em compromisso público assumido pelo secretário João Carlos Gomes, para a criação de um programa conjunto - SETI e SESA – com as Universidades, Hospitais Universitários e demais hospitais de ensino do Paraná, para estudos e implantação das mudanças curriculares em todas as carreiras da saúde ofertadas pelas Instituições de Ensino Superior do Estado (IES), lançando assim o Pró-Saúde Paraná.

Próximo Fórum Nacional será em Londrina (PR), em 2016.
E a nona edição, em Passo Fundo (RS), em 2018.

A decisão saiu na Plenária de Encerramento, realizada no final da manhã do sábado de 10 de maio, após voto dos participantes que permaneceram até o final de todos os trabalhos, atividades. Dez cidades, por meio de suas respectivas universidades, se inscreveram para sediar o VIII Fórum Nacional. Em razão do grande número de inscritos, e levando em consideração a decisão anterior da Comissão Organizadora de que o evento passaria a ser realizado a cada dois anos, foram eleitas, por voto, as cidades e instituições que sediarão as duas próximas edições: Londrina, em 2016, com a Universidade Estadual de Londrina/UEL, como instituição promotora; e em 2018, Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, que terá como instituição promotora a Universidade de Passo Fundo (UPF).

*Fotos do VII Fórum Nacional estão disponibilizadas no Facebook do Inesco - acesse: https://www.facebook.com/inesco

Galeria de Imagens - 10/05 - Sábado

 

VII FÓRUM NACIONAL DE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO EM SAÚDE - 09/05 - sexta-feira

 

VII FÓRUM NACIONAL DE METODOLOGIAS ATIVAS DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA FORMAÇÃO EM SAÚDE - 08/05 - quinta-feira

iNESCO abre VII Fórum Nacional de Metodologias de Ensino

Três minicursos realizados simultaneamente ao longo de toda esta quinta-feira (8 de maio), para cerca de 400 professores, estudantes de graduação e de pós-graduação  de cursos da área da saúde, e gestores de serviços, abriram a programação da sétima edição do Fórum Nacional  de Metodologias Ativas de Ensino-Aprendizagem na Formação em Saúde,que prossegue até sábado (10), no Salão de Atos do Parque Barigui, em Curitiba. 

Iniciativa do iNesco – Instituto de Estudos em Saúde Coletiva, com a Faculdades Pequeno Príncipe, o fórum que discute o ensino e a aprendizagem para a formação e qualificação de profissionais que vão atuar nas 14 áreas da saúde, teve sua abertura oficial à noite, conduzida pelo diretor presidente do iNesco, o professor da UEL, João Campos, seguida de conferência realizada  pela docente Léa Anastasiou, sobre o tema “Avaliação, ignorância perigosa e metacognição”.

Ainda na tarde do primeiro dia do evento que tem  apoio  do Ministério da Saúde e das secretarias de Estado da Saúde (SESA) e da Ciência e Tecnologia em Ensino Superior (SETI), Fundação Araucária,  Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa, FEAES, Prefeitura de Curitiba e as associações e fundações brasileiras de ensino em Medicina, Enfermagem  e Odontologia, foram realizados diversos lançamentos de livros, todos editados pelo iNesco.  O momento cultural foi animado pelo grupo musical Quinteto MPB, composto por alunos do curso de Música da PUC Paraná.

A programação do VII Fórum NACIONAL continua nesta sexta-feira, com painéis, apresentação virtual de pôsteres e reunião dos grupos de pesquisa em saúde. A conferência “O desenvolvimento do docente no Brasil e no mundo” encerra a programação do segundo dia do Fórum.

*Fotos do VII Fórum Nacional estão disponibilizadas no Facebook do Inesco - acesse: https://www.facebook.com/inesco

Galeria de Imagens - 08/05 - quinta-feira

ver boletim nº 1 VII Fórum

Promoção
Apoio